O Sonho da Volta a Portugal

Aos 79 anos, Manuel Rocha ainda não se cansou de pedalar. Anda de bicicleta todo o ano e, faça chuva ou faça sol, este é o meio de transporte que escolheu para si. As dores nos pés que sente hoje em dia também o ajudam a não desistir da bicicleta, é mais custoso andar a pé.

“A BUGA é boa” mas, com honestidade, diz que nunca a experimentou. Talvez seja pela cor não lhe agradar, pois preferia que as BUGAs fossem amarelas ou vermelhas, não fosse ele um benfiquista ferrenho.

Dar a volta a Portugal em bicicleta foi um sonho de juventude que acabou por não concretizar, porque o pai não deixou. São águas passadas e, por isso mesmo, nunca se deixou demover do prazer das duas rodas. Há um senão que várias vezes o tem incomodado: os carros, que “são atrevidos”. É a lembrança de umas horas no hospital, após ter sofrido um embate de um automobilista menos atento, que faz com que o cuidado seja agora o seu sinal obrigatório. Nestas andanças, Manuel é um exemplo em como a idade pouco importa.