De pequenino se dá aos pedais

A Joana Ivonia é designer, já viveu noutras cidades mas regressou a Aveiro, a terra que a viu nascer. Anda de bicicleta desde pequena e nem se lembra quando aprendeu. A família também pedala e talvez por isso o gosto corra no sangue.

Vive no centro da cidade e a bicicleta é o meio de transporte que usa para as suas deslocações. Ou então anda a pé.

“Não sou extremista na utilização da bicicleta. Ou ando por prazer ou porque me dá jeito”.

Como já se adivinhava, o Sebastião, filho da Joana, também tem a sua própria bicicleta. Uma evolutiva que o acompanhará até aos cinco anos. Agora, com dois, vai todo contente a pedalar ao longo do passeio até à escola, sob a supervisão dos pais.

“Chama muito a atenção e as pessoas acham giro. Outros colegas dele já fazem o mesmo”.

É assim que as mentalidades se mudam, a começar nas crianças. “Se elas se habituarem, depois não acham uma anormalidade”.

Já experimentou a BUGA, nomeadamente quando fez de figurante num vídeo promocional feito em Aveiro. Acha que é um projecto que neste momento precisa de ser acarinhado e repensado.

“Aveiro está muito associada à bicicleta e isso é muito valioso e pode ser aproveitado”.

A fazer um doutoramento na UA cujo tema é precisamente ‘A bicicleta e a região de Aveiro’, a Joana tem na manga um outro investimento: uma marca de acessórios para bicicletas urbanas.

“Chama-se Lanterne Rouge e pretende criar, produzir e vender peças de design como alforges, cestos ou cadeiras de criança para bicicletas”.