Uma BUGA na escola

A Ana Sardo já não está a tempo inteiro em Aveiro ou nos seus arredores. Actualmente, é mais fácil encontrá-la na Faculdade de Belas Artes, no Porto, onde está a estudar. Ainda assim, sempre que arranja furos no horário, e isso acontece maioritariamente no verão, a bicicleta é “único meio de transporte. Especialmente para ir até à praia”.

Em tempos, a estação de comboios de Aveiro era um dos destinos mais frequentes da Ana. Ela costumava ir até lá para imprimir trabalhos escolares. Foi com este intuito que, certo dia, a Ana e uma amiga pedalaram umas BUGAS. “Fomos até à estação e lá achámos que teria piada levar as BUGAS para a escola”. Bem dito, bem feito. Saíram disparadas em direcção à Secundária José Estevão e entraram pela escola adentro. “O porteiro não achou muita piada”, o que não parece difícil de imaginar. “Mas conseguimos andar com a BUGA dentro da escola e lá até havia muito espaço para andar de bicicleta”.

Aveiro “é uma cidade muito favorável para andar de bicicleta, mas há pessoas que não respeitam as regras”. A Ana chegou a ver BUGAS na Gafanha da Encarnação. Elas aparecem e parecem degradadas, “mas é necessário um investimento para que as pessoas as utilizem mais”.