O equilíbrio não é tudo

A Ana Santos é de Aveiro, trabalha no café-restaurante Mercartu, da sua mãe, e gosta muito de andar de bicicleta. Sobretudo no Verão quando os dias são maiores porque de noite não gosta nada de andar.

A bicicleta da Ana é diferente das que estamos habituados a ver nas estradas. Tem três rodas. Nunca aprendeu a equilibrar-se em duas rodas quando era pequena e ficou o medo de cair até hoje.

“A minha mãe não me deixou aprender em pequenita mas o desejo de andar de bicicleta não passou”.

Conheceu uma pessoa que tinha uma bicicleta destas, experimentou, gostou e comprou uma para si, em segunda mão. A primeira viagem foi logo nesse mesmo dia.

“Foi em Cacia que comprei a bicicleta e vim logo com ela até Aveiro”.

Com um cestinho incorporado, dá para transportar tudo: a tralha para levar ao ecoponto, algumas compras e até o cão. Não atinge a mesma velocidade que outras bicicletas, imagina que faz um esforço maior, mas isso não é um problema. Até porque já foi à Barra com ela e isso sim, foi uma aventura.

Nunca experimentou a BUGA por motivos óbvios.

“Mas acho uma excelente ideia haver uma bicicleta disponível para as pessoas andarem”.